Urandir e Dakila Pesquisas celebram parceria socioeconômica com municípios paraguaios


Cerca de duas toneladas de toalhas, mantas, bolsas, redes, bolas, entre outros produtos fabricados manualmente por artesãos paraguaios, serão armazenados gratuitamente em São Paulo (SP) e vendidos em diversas regiões do Brasil. A iniciativa partiu de Dakila Pesquisas, instituição brasileira sem fins lucrativos que tem por finalidade promover o desenvolvimento econômico e social, realizar estudos e pesquisas, produzindo e divulgando conhecimentos técnicos e científicos, além de desenvolver tecnologias alternativas, entre outras ações.

“Vamos ceder o armazém e promover a venda dos produtos artesanais em algumas capitais do Brasil. A renda será revertida para os artesãos paraguaios para incentivar e desenvolver a produção artesanal, disse Urandir Fernandes de Oliveira, presidente do Dakila Pesquisas. A parceria foi realizada com prefeituras dos municípios de Quiindy, de Carapeguá e de São Roque Gonzales, durante evento promovido pela Dakila Pesquisas do Paraguai, entre os dias 14 e 18 de março, em Assunção e nos municípios citados.

Além disso, foi celebrada parceria com os comerciantes de Carapeguá e Quiindy para que os associados do Dakila Pesquisas e demais participantes do evento pudessem adquirir produtos utilizando bônus social criado pela instituição, denominado Dourado. “Compramos uma grande quantidade de produtos à vista, pagos em Guarani, e o desconto que recebemos na negociação virou um bônus, que pôde ser retirado em mercadorias por meio do Dourado”, explicou Oliveira.

O bônus social foi cedido aos torcedores e jogadores de partidas de futebol ocorridas na Granja Yvaga Rape, em São Roque González, nos dias 16 e 17 de março. Além de oferecer o benefício, o intuito das partidas foi estender ao Paraguai e países vizinhos tecnologia bioplasmática já aplicada em todas as unidades do Dakila no Brasil, o MDPL (Magnetismo, Densidade, Pressão e Luz). O MDPL é uma disciplina desportiva, uma tecnologia ativada através da movimentação intensa do corpo e promove a equalização das atividades cerebrais, ajuda a eliminar toxinas do corpo, estabiliza os hormônios, ativa as percepções, entre outros benefícios físicos e mentais. Em contrapartida, os parceiros paraguaios prometeram trazer ao Brasil bandas e times de futebol locais.

Outro grande momento do evento foi a palestra ministrada por Urandir Fernandes de Oliveira sobre ufologia moderna e ciência lilarial, incluindo mundos paralelos, genética, astronomia, habilidade individuais, entre outros assuntos. Cerca de 300 pessoas lotaram o auditório do Hotel Guarani, em Assunção, no dia 14 de março. Além de brasileiros e paraguaios, participaram da conferência bolivianos, argentinos, espanhóis e chilenos.

Urandir antecipou parte das descobertas que serão reveladas no segundo documentário do Dakila Pesquisas sobre o Sol, a Lua e os astros, previsto para ser lançado mundialmente no fim deste ano. Segundo ele, os estudos científicos realizados pelos pesquisadores do Dakila, com o apoio de cientistas de diversos países, constataram que a Terra não gira ao redor do Sol. “É o Sol e os astros que giram ao redor da Terra”, afirmou Oliveira. Ele relembrou ainda as descobertas divulgadas no primeiro longa-metragem da instituição, que demonstram que a terra é plana nas águas e convexa nos continentes. 

Reconhecimento Internacional

Urandir Fernandes de Oliveira com o título de hóspede ilustre da cidade. “Este reconhecimento é direcionado para todos os membros do Dakila, através de Urandir, presidente da instituição. Somos muito gratos pelo início desta parceria, que certamente abrangerá diversas outras áreas”, declarou o prefeito. A homenagem ocorreu no Hotel Ivaga Rapé, no dia 15 de março, e contou apresentação de grupo de músicas folclóricas paraguaias.

fonte Dakila

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *